Tatuagem

A visão do Herói

Com vocês, a a segunda resenha de Swchainssaulo:

——————–

Diante das reclamações, levei minha prancheta e fiz anotações técnicas sobre todos os jogos da Liga Marieta desta última rodada.

   Em ordem: Skol 5 X 0 Bohemia.
 
     Um desastre total!!!! Bohemia estava totalmente perdida em campo!!!! Sem a presença inesperada do ala esquerdo Rocha, todo o plano tático foi por água abaixo. Alface por ter características semelhantes ao Brauquinho, perdemos a velocidade e o poder de organização. Foi um vexame!!!!
      Skol mais entrosada e equilibrada, botou Bohemia na roda. Marcelão foi um privilegiado espectador. Em contraste à lentidão do Lapa, o time inteiro correu e suou à camisa.
 
    Brahma 2 X 0 Antártica
  
     Uma primeira etapa equilibrada, os goleiros Kenji e Marcelão praticamente intransponíveis. Antártica diante das suas limitações, montou uma marcação pressão muito eficiente. O gol do Guto(Brahma), em um lance isolado, foi o retrato do nivelamento.
     Brahma, uma equipe veloz e técnica, peca muitas vezes pela falta de um finalizador.
     Segunda etapa, equilibrada. Antártica mais uma vez cochilou e ressucitou o desaparecido Jesus em campo. O gol foi um achado. Mais uma vez a Skol partiu para cima sem sucesso.
 
    Brahma 3 X 0 Skol
 
     Uma partida movimentada. Demorou e finalmente O Lapa entregou o “ouro” ao Jesus(Brahma) abrir o placar. Desestabilizado emocionalmente, skol levou dois gols relâmpagos (Zarga e João).
      Segunda etapa um pouco menos movimentada e a Brahma passou a jogar nos contra-ataques. Skol mandou todo o time a frente e barrou na “muralha” Marcelão: fez defesas incríveis. O nome do campeonato.
 
    Bohemia 4 X 2 Antártica
  
   Foi sem dúvida, o confronto mais emocionante desta edição  do campeonato da Liga Marieta. Foram duas “partidas” distintas: predomínio total da Antártida no primeiro tempo e virada sensacional da Bohemia na volta ao intervalo.
   Desestabilizado emocionalmente(derrotado anteriormente pela Brahma) e diante das contusões (minha torção no tornozelo), fora a ausência do Rocha e Fael. A equipe da Bohemia ficou perdida em campo e os jogadores estavam completamente desorganizados taticamente. Antártica aproveitou-se e marcou duas vezes. O estrago poderia ser pior, nosso goleiro Luiz evitou a tragédia anunciada.
   No retorno a segunda etapa, reuni os jogadores da Bohemia e fizemos um pacto para acertarmos o posicionamento defensivo e o contra-ataque. Deu tudo certo: mesmo diante da contusão inesperada do zagueiro Eduardo, surpreendentemente, o goleiro Luiz saiu das redes para mudar o panorâma da partida. O “Klose” Glauco, desencantou e marcou dois gols com muita classe. Mais entrosado e fazendo o papel do verdadeiro pivô, pude realizar meus lançamentos. Não foi à toa, quando todos da Antártica estavam preocupados  com o nosso artilheiro, pude observar o Kenji adiantado e bater de cobertura(estilo chute de bico à Romário) no ângulo direito. Tal foi a surpresa, o japonês estava com os olhos arregalados.
   Desesperados, Metanol foi o retrato mais dramático. Antártica ficou atônita e o clima de nervosismo se alastrou. Não demorou ao goleiro e dublê de jogador, Luiz, fechar o “caixão”. Quarto gol e o desfecho da redenção da primeira rodada do segundo turno.

Peter Crouch do Marieta

A Bohemia, segundo Saulo Paixão

Foi encomendada ao craque Saulo uma resenha sobre o primeiro dia da Liga Ambev Marieta. Infelizmente, ele resolveu escrever apenas sobre as partidas da sua equipe. Com os comentários, Saulo Paixão:

Bohemia 0 x 3 Brahma

Vamos começar: a primeira partida de abertura da liga marieta, foi marcada pela total desorganização tática da esquadra Bohemia. Muitos erros de posicionamento e substituição mal executada. Obviamente, Brahma soube aproveitar nossas falhas e abriu a vantagem no marcador na primeira etapa.
Desesperados, Bohemia lançou-se ao ataque sem organização e menos velocidade sem este narrador. Foi um resultado justo, porque optamos por dois zagueiros e por tabela, perdemos o poderio ofensivo.

Bohemia 3 x 0 Antarctica

foi a grande redenção da Bohemia. Acertamos o posicionamento tático e o entrosamento fluiu como esperávamos. Houve uma participação efetiva de todos os jogadores no apoio e na recomposição defensiva. Os passes foram eficientes e o placar foi o suficiente para mantermos de volta a disputa do turno. Desta vez teremos um plano prévio tático e técnico na próxima rodada.